O que é Fume Event na aviação?

Fume Event é quando o ar pressurizado da cabine é contaminado por produtos químicos como o óleo do motor, fluido hidráulico, fluido anti-gelo e outros produtos químicos potencialmente perigosos.

O óleo do motor de turbina é um irritante e contém substâncias químicas neurotóxicas, como o fosfato de tricresilo. A indústria da aviação afirma que o óleo do motor não contém quantidades suficientes de tais produtos químicos para causar danos a longo prazo.

No entanto, há algumas evidências históricas que parecem contradizer esta afirmação. Em 1959, mais de 10 mil pessoas em Marrocos ficaram paralisadas após a ingestão de pequenas quantidades de fosfato de tricresilo no óleo de cozinha.

Ao contrário do fosfato de tricresilo, o fluido hidráulico – embora não tóxico em pequenas quantidades – é extremamente irritante para os olhos e a pele, o que cria um perigo para os pilotos durante um fume event, mas não causa nenhum dano duradouro.

O fluido de decantação tem um cheiro forte, mas não é irritante ou tóxico.

Como as aeronaves voam em altíssimas altitudes, a cabine deve ser pressurizada para fornecer uma quantidade segura de oxigênio respirável para passageiros e tripulantes.

Em caso de fumaça em uma aeronave, os passageiros e a tripulação devem usar máscaras de oxigênio para evitar a fumaça irritante. Óculos de proteção também estão disponíveis, se necessário.

Em um fume event grave, a aeronave pode descer para uma altitude de 10.000 pés (3.000 m) ou menos para ser despressurizada com segurança.

Fume event pode ocasionar em sintomas como fadiga, náuseas e, possivelmente, morte prematura.

Deixe seu comentário!