História do Pastelão do Maluf

A pastelaria localizada em uma das movimentadas ruas do Capivari, em Campos do Jordão e Monte Verde, ganhou fama por montar um pastel de 32 centímetros e pelas fotos de celebridades que cobrem as paredes do ambiente.

Tanto é que a loja, visitada por mais de 150 famosos, também é conhecida por Pastelão dos Artistas. A menção ao sobrenome do deputado federal e ex-prefeito de São Paulo, Maluf, foi incorporada em 2005, quando ele foi visto por ali alguns dias depois de ter saído da prisão.


Desde então a receita que mais vende foi batizada de Maluf e reúne carne moída, salsa, tomate, azeitona e dois ovos. Na temporada de inverno a lanchonete permanece aberta 24 horas e são fritos 1000 unidades por dia.

A massa de espessura média pode ser apreciada junto a mais de 50 recheios, entre eles o Cid Moreira, sugestão feita pelo ex-apresentador de tele jornal, composta de mussarela, tomate, orégano, azeitona e rúcula.

Há também o pastel Geraldo Alckmin, recheado de peito de frango desfiado, salsa, tomate e azeitona com catupiry ou mussarela. E do governador João Doria com queijo branco fresco.

Desafio até mesmo para os mais gulosos, o “tudo” tem 38 centímetros e pesa 1 quilo, mistura catupiry, mussarela, presunto, frango, carne moída, palmito, tomate, salsa, azeitona e orégano.

Para a sobremesa, há várias opções incluindo recheio de chocolate com banana ou morango.

Deixe seu comentário!