Tartaruga gigante extinta pode retornar

Um novo programa tem como objetivo trazer de volta uma espécie de tartaruga gigante que morreu há 150 anos.

Originalmente nativa da Ilha Floreana nas Galápagos, as espécies de tartaruga gigante Chelonoidis nigra foram destruídas por baleeiros que viram os répteis lentos como uma fonte conveniente de alimentos.

Agora os conservacionistas esperam retornar as espécies para a sua casa na ilha, realizando um programa seletivo de criação envolvendo 32 tartarugas – 19 dos quais são descendentes diretos da espécie.

De acordo com os pesquisadores, o programa “repovoará a Ilha Floreana com tartarugas que não são exatamente as mesmas, mas têm links genéticos muito elevados para suas espécies nativas”.

“Não vamos ter uma espécie perfeita, geneticamente 100 por cento como a que estava em Floreana”, disse a Dra. Linda Cayot, consultora científica da Galápagos Conservancy.

“Mas teremos uma população de tartarugas com muitos dos mesmos genes que o original”.

Deixe seu comentário!