Sonda BepiColombo está a caminho de Mercúrio

A nova e ambiciosa missão verá dois satélites colocados em órbita ao redor do planeta mais próximo do Sol.

Projetada e construída por meio de uma colaboração entre a Agência Espacial Européia (ESA) e a Agência Espacial Japonesa (JAXA), a nova espaçonave é composta por dois satélites – o Mercury Planetary Orbiter (MPO) e o Mercury Magnetospheric Orbiter (MIO).

O objetivo da missão será conduzir o estudo mais abrangente do campo magnético, estrutura interna e superfície de Mercúrio até hoje. A sonda levará cerca de sete anos para chegar lá.

O lançamento ocorreu a partir de um bloco em Kourou, na Guiana Francesa, nas primeiras horas desta manhã.

“A Arianespace tem o prazer de anunciar que o BepiColombo foi separado conforme planejado na órbita de fuga e está agora a caminho de Mercúrio”, disse o executivo-chefe da Arianespace, Stephane Israel.

Devido à intensa força gravitacional do Sol, a espaçonave levará um longo caminho elíptico até o seu destino, o que envolverá a realização de dois sobrevôos de Vênus e mais seis sobrevoos de Mercúrio.

“Isso é realmente de tirar o fôlego”, disse Gunther Hasinger, da ESA. “Temos hoje a história escrita. Enviamos a mais complexa pilha de naves espaciais que alguma vez foram concebidas para o espaço e para uma viagem muito longa para um ambiente verdadeiramente fora da Terra; verdadeiramente fora deste mundo”.

Deixe seu comentário!