Sobrancelhas nos dão uma vantagem evolutiva

Antropólogos têm investigado as origens, a evolução e o propósito da humilde sobrancelha.

A razão pela qual nossos antepassados ​​tinham tão proeminentes em relação às dos humanos modernos permaneceu por muito tempo um tópico de debate entre os cientistas.

Por que esses primeiros hominídeos possuem uma sobrancelha tão distinta e por que nossas próprias não são igualmente proeminentes?

Em um estudo recente, os cientistas descartaram várias explicações possíveis, incluindo a ideia de que as sobrancelhas mais proeminentes ajudaram a reforçar o crânio ou que ajudaram na mecânica do movimento da mandíbula.

Em vez disso, é mais provável que eles tivessem desempenhado um papel no estabelecimento de domínio ou agressão, algo que era muito mais importante nas sociedades primitivas da época.

“Nós propomos que a conversão das grandes testas de nossos ancestrais, o osso frontal mais vertical nos humanos modernos, permitiu que as sobrancelhas altamente móveis exibissem emoções sutis”, escreveram os pesquisadores.

Em outras palavras, à medida que a capacidade de se comunicar efetivamente se tornou cada vez mais importante, nossas sobrancelhas se tornaram menores para nos permitir exibir emoções mais precisas e sutis.

Ao longo de milhares de anos, isso teria se mostrado altamente vantajoso, já que teria ajudado nossos ancestrais a comunicar sentimentos e intenções com mais precisão, levando a uma melhor cooperação.

Deixe seu comentário!