Resolvido o mistério do dinossauro bebê após 25 anos

Um fóssil encontrado na China foi finalmente identificado após mais de um quarto de século.

O jovem dinossauro, que se tornou conhecido como “Baby Louie” depois que uma fotografia apareceu na capa de uma revista, foi finalmente identificado como uma espécie chamada Beibeilong sinensis.

Pertencente a um grupo de grandes dinossauros semelhantes a pássaros conhecidos como oviraptorossauros, que hoje se acredita terem sido comuns em toda a América do Norte e Ásia há cerca de 100 milhões de anos.

“A distribuição geográfica e as ocorrências abundantes de ovo de Macroelongatoolithus revelam que os oviraptossauros gigantes foram relativamente difundidos e, talvez, até mesmo comuns na primeira parte do Cretáceo tardio, embora seus restos esqueléticos sejam escassos e ainda não tenham sido identificados em muitas regiões”, escreveram os pesquisadores.

Embora pequeno, Baby Louie, se ele tivesse sobrevivido, teria crescido provavelmente até o tamanho adulto pesando mais de 1.000 kg.

“Estende a mente imaginar que esses pequeninos embriões crescendo em um dinossauro coberto de penas de uma tonelada teria o tamanho de um grande pássaro”, disse o Dr. Steve Brusatte.

“E eles eram estranhos – com penas e bicos, mas sem dentes.”

Deixe uma resposta