Resolvido mistério de pintura de Leonardo da Vinci

A pintura mais cara do mundo – Salvator Mundi – desapareceu misteriosamente logo após ser vendida.

Também conhecida como ‘Salvador do Mundo’, a pintura, que representa Cristo, fez ondas no mundo da arte recentemente, quando foi vendida por US $ 460 milhões em leilão – tornando-a a pintura mais valiosa da história.

Incrivelmente, ele foi vendido originalmente na década de 1950 por meros US $ 45, porque se acreditava ser uma cópia.

A pintura foi comprada em 2017 pelo Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos, no entanto, desde que as mãos mudam, seu paradeiro preciso permanece incerto.

O Louvre Abu Dhabi estava programado para desvendar a pintura em 2018, no entanto, o evento foi cancelado sem explicação e, quando o Louvre em Paris fez um pedido no início deste ano para emprestar a pintura para uma exposição Da Vinci, não recebeu resposta alguma.

O mistério leva a especulações e dúvidas sobre a autenticidade da peça.

Agora, porém, o jornalista de arte Kenny Schachter finalmente conseguiu resolver o problema, revelando que a pintura de valor inestimável está realmente localizada no super iate Serene, de US $ 565 milhões .

Ele está sendo armazenado lá até que uma nova galeria multimilionária na Arábia Saudita seja aberta.

Por várias vezes o tamanho do Louvre Abu Dhabi, será a “arte da Disneylândia” do país.

Deixe seu comentário!