Quem construiu a Catedral de Notre-Dame?

A Catedral de Notre Dame é de grande importância histórica e cultural para a França e para o mundo.

O tesouro católico foi construído na Idade Média e tem mais de 850 anos.

Em 1160, o Bispo Maurice decidiu começar a construir um santuário na tradição da arte gótica.

A igreja do século 12 tem sido o lar de relíquias, vitrais e outras obras de arte de valor incalculável.

Patrimônio Mundial da Unesco que atrai 14 milhões de turistas por ano, é considerado um dos mais belos monumentos da arquitetura gótica francesa.

A diretora geral da Unesco, Audrey Azoulay, disse: “Notre Dame representa uma herança universal histórica, arquitetural e espiritualmente notável.”

Os historiadores dizem que sua localização, na pequena ilha chamada de Île de la Cité em Paris, no meio do rio Sena, já foi ocupada por um templo pagão romano dedicado a Júpiter.

Felizmente, o seu famoso órgão do século XVIII, ostentando 8.000 tubos, aparentemente sobreviveu ao incêndio devastador .

A catedral foi imortalizada no romance de 1831 de Victor Hugo “O Corcunda de Notre Dame”, com Frollo, Quasimodo e Esmeralda – com o clássico mais tarde transformado em uma adaptação para o cinema da Disney.

Sobreviveu a duas guerras mundiais, à Revolução Francesa, à ocupação nazista e à intenção de Hitler de derrubá-la no chão.

A igreja tem uma janela do século 13 – que foi removida durante a Segunda Guerra Mundial, por medo de vandalismo nazista ou saques.

Notre Dame é conhecida por seus impressionantes vitrais, bem como suas muitas gárgulas de pedra esculpidas.

O teto de 100 metros de altura do monumento, cuja grande seção foi destruída na primeira hora do incêndio, é uma das estruturas mais antigas de Paris, segundo o site da catedral.

Notre Dame é famosa por muitas razões, inclusive por estar no centro dos principais eventos históricos, incluindo:

  • Em 1431, o rei da Grã-Bretanha Henrique VI foi coroado rei da França na catedral
  • A coroação do imperador francês Napoleão I também foi na Notre Dame
  • Em 1909, Joana d’Arc foi beatificada na catedral pelo papa Pio X

Deixe seu comentário!