Poderia o Hubble receber novas missões?

É cada vez mais provável que o telescópio espacial icônico receba atualizações adicionais.

Lançado em 1990, o Telescópio Espacial Hubble tem fornecido vistas inigualáveis ​​do cosmos nas últimas três décadas.

Desde o seu lançamento, recebeu inúmeras reparações como parte de cinco missões de serviço tripuladas, incluindo uma em 1993, que era necessária para corrigir um problema com seu espelho principal.

Todas essas missões envolveram exigiram a presença de astronautas até o telescópio por meio da Space Shuttle, mas agora com o programa encerrado em 2011, o futuro do Hubble permanece incerto.

O telescópio está atualmente em pleno funcionamento, mas sem manutenção, ele acabará por falhar em algum ponto.

Há também o fato de que seu sucessor, o Telescópio James Webb de US$ 9 bilhões, substituirá o Hubble quando ele for lançado em 2018.

Agora, porém, a Corporação Sierra Nevada – desenvolvedora da nave espacial Dream Chaser – está lançando uma proposta ao governo Trump para lançar mais missões de manutenção do Hubble.

O telescópio poderia ser atualizado com novos e modernos componentes e poderia até atuar como uma “apólice de seguro” no caso de alguma coisa dar errado com o James Webb.

Os dois telescópios também funcionariam bem juntos, complementando as descobertas umas das outras.

Se a nave espacial Dream Chaser estará à altura da tarefa, entretanto, continua a ser vista.

Deixe seu comentário!