Pica-paus estão prejudicando seus próprios cérebros?

O ato de acertar troncos de árvores milhares de vezes pode estar causando dano cerebral aos pica-paus.

Por muito tempo, acreditava-se que o comportamento do pica-pau era inofensivo para as próprias aves, especialmente considerando que a espécie tem prosperado por mais de 25 milhões de anos.

Agora, porém, os pesquisadores descobriram acúmulos de uma proteína chamada tau no cérebro dessas aves incomuns que em humanos seria indicativa de doença neurodegenerativa ou traumatismo craniano.

“Um dia no laboratório eu estava conversando com outro professor sobre como projetamos diferentes tipos de equipamentos de segurança esportiva, como capacetes de futebol, com base na biomecânica do pica-pau, mas ninguém jamais olhou para o cérebro de um pica-pau”, disse neuropatologista Peter Cummings.

Embora os pica-paus possuam várias adaptações projetadas para mitigar o impacto de bicar, seus corpos ainda estão sujeitos a uma quantidade significativa de força quando se envolvem nesse comportamento.

“No entanto, você pode supor que, como os pássaros existem há milhões de anos e estão prosperando, essa doença neurodegenerativa relacionada ao trauma pode não ser um problema.”

Deixe seu comentário!