Pesquisadores usam esperma para entregar medicamentos contra o câncer

A quimioterapia tem muitos efeitos colaterais terríveis e isso ocorre porque as drogas usadas para combater o câncer também atacam células saudáveis.

Determinar uma maneira de administrar drogas aos tumores sem afetar o tecido saudável é um desafio e um problema que os pesquisadores estão tentando resolver.

Um grupo que trabalha neste problema é uma equipe do Instituto Leibniz para Pesquisa de Sólidos e Materiais de Dresden e em um estudo recente, eles mostraram que o esperma poderia ser transformado em uma ferramenta efetiva de entrega de medicamentos.

O esperma oferece muitos benefícios quando se trata de entregar drogas. Eles são naturalmente móveis, eles podem encapsular a droga para que ela não se dilua por fluidos corporais ou escape e eles protegem a droga de enzimas que podem derrubá-las.

Eles também não causam respostas imunes como outros tipos de células – bactérias, por exemplo – e não duplicam e formam colônias indesejadas.

Os resultados são preliminares, mas promissores. Os pesquisadores agora precisam descobrir os níveis de dosagem e como controlá-los com o esperma.

Eles também precisam analisar quantos espermatozoides carregados de drogas são ideais para cada tratamento.

Deixe seu comentário!