Papa atribui ‘milagre’ ao falecido televangelista

O Papa Francisco declarou que Fulton J. Sheen, que morreu em 1979, é responsável por salvar a vida de um bebê.

Segundo o Vaticano, Sheen, que era uma figura evangélica bem conhecida nos Estados Unidos por várias décadas, interveio do além-túmulo para salvar a vida de um bebê em Illinois cujo coração começou a bater novamente após 61 minutos de parada cardíaca.


A notável recuperação da criança, ocorrida em 2010, foi objeto de uma investigação canônica da diocese para determinar se um milagre ocorreu ou não.Na igreja católica, a atribuição de realizar um milagre permite que um candidato à santidade seja beatificado, no entanto, um segundo milagre é necessário para consolidar o status formal de santidade.

A data da beatificação de Sheen ainda não foi definida, mas espera-se que seja em breve.

“É realmente incrível como Deus continua a fazer milagres”, disse o bispo Daniel Jenky.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like