O que é Sopro no coração?

Sopro cardíaco é um ruído que é produzido pela a passagem de fluxo de sangue nas estruturas do coração. Ele pode ser funcional, fisiológico ou patológico.

Aproximadamente 50% das crianças com saúde apresentam sopros no coração inocentes sem que ocorra qualquer outra alteração e também com o desenvolvimento físico totalmente normal.


Já nos adultos os sopros podem aparecer como complicações cardíacas que é provocada pela febre reumática que teve quando criança.

Um exemplo é que no período neonatal, o sistema circulatório sofre modificações e o bebê pode ter sopro nos pulmões ou da valva tricúspide que dentro de alguns dias desaparecem.

Os sopros patológicos podem ser adquiridos ou congênitos e podem ser provocados por alterações nas valvas que são pequenos orifícios no septo que faz a separação do lado direito com o lado esquerdo do coração ou pode ser provocado também por comunicação entre a aorta e a artéria pulmonar.

Outra causa do sopro é a febre reumática que é provocada por uma reação imunológica do organismo contra antígenos ou componentes do estreptococo que é uma bactéria que geralmente ataca a garganta.

As doenças degenerativas que com raridade se manifestam na infância fazem parte das causas do sopro do coração.

Como diagnosticar o Sopro no Coração

Seu diagnóstico se dá com as características do som que indicam que o sopro é fisiológico.

Porém alguns casos precisam de diagnóstico diferente como exames de eletrocardiograma, raios x do tórax e o eco cardiograma que fornece os detalhes da anatomia do coração e informações a respeito de suas características funcionais.

Sintomas do Sopro no Coração

Em crianças o sopro não apresenta sintomas. Porém a presença de cianose indica que o sangue circula com uma baixa oxigenação e querer atendimento médico.

Para as crianças que apresentam sopro cardíaco fisiológico, o coração é totalmente normal e podem levar sim uma vida como a de qualquer outra criança.

Para a maioria das cardiopatias congênitas o único tratamento é cirúrgico e ela só não é indicada quando o problema é bem leve e não traz danos maiores para o coração do individuo.

Ao perceber um ou mais sintomas da doença descrita acima, o importante é procurar o mais rápido possível a ajuda de um médico especialista capacitado, uma vez que ele é o único que pode amenizar os riscos que a doença pode trazer, através de um diagnóstico preciso e da indicação de um tratamento eficaz.

Deixe seu comentário!