Mistério envolve ‘T-34’ escrito em urso polar

Atualmente, uma investigação está em andamento, em um esforço para localizar quem é responsável pela pintura do animal.

Imagens do urso, que acumulou centenas de milhares de visualizações nas mídias sociais, foram recentemente publicadas no Facebook por Sergey Kavry, do World Wildlife Fund (WWF).


Ele havia sido compartilhado inicialmente em um grupo do WhatsApp para o povo da região de Chukotka, leste da Rússia.

“T-34” é o nome de um tanque usado pela União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial, mas não está claro se o grafite é uma referência a isso ou a outra coisa.

“Não sei os detalhes de qual região, distrito ou vizinhança esta [filmagem] foi feita”, escreveu Kavry. “Se é um tema militar de letras … isso é algum tipo de desrespeito perverso pela história.”

De acordo com Anatoly Kochnev, do Instituto de Problemas Biológicos do Norte, quem foi o responsável deve ter sedado o animal, porque as letras são retas demais para serem coladas ao acaso enquanto se movia.

Ainda não está claro se as letras afetarão a capacidade do urso polar de permanecer camuflado durante a caça.

Um relatório recente indicou que o “T-34” pode ser de fato uma referência de grade e que o urso polar, longe de ser grafitado, havia sido marcado por cientistas do Instituto de Ecologia e Evolução Severtsov que haviam sido enviados para avaliar a ameaça que os ursos representam para os moradores locais.

A tinta ‘segura’ usada desaparecerá dentro de duas semanas.

Deixe seu comentário!