‘Mega-constelações’ de satélites poderiam causar falhas

As preocupações foram levantadas sobre o número de satélites novos que serão lançados nos próximos anos.

Uma pesquisa financiada pela Agência Espacial Européia (ESA) sugeriu que os planos de grandes empresas de tecnologia como o Google e a SpaceX de lançar redes de satélites em miniatura no espaço poderiam, em última análise, fazer mais mal do que bem.

Essas chamadas “mega-constelações” poderiam colocar os novos satélites em colisões futuras e inevitáveis ​​- adicionando à crescente ameaça representada por detritos espaciais.

A pesquisa, que foi conduzida pelo Dr. Hugh Lewis da Universidade de Southampton, envolveu a criação de uma simulação para prever quando as colisões irão ocorrer.

Os resultados indicaram um aumento de 50% nos acidentes de satélites nos próximos anos.

No lado positivo, a ESA quer estabelecer novas regras para esses lançamentos que controlem estritamente a forma como os satélites são eliminados uma vez que as missões terminaram.

Com alguma sorte, isso ajudará a evitar que o problema fique ainda mais fora de controle.

Deixe seu comentário!