Fóssil de antigo pássaro é encontrado preso em âmbar

O filhote incrivelmente bem preservado remonta a 99 milhões de anos para a Era Cretácea.

Descoberto durante uma operação de mineração no vale de Hukawng, no norte de Myanmar, o pássaro, que pertencia a um grupo agora extinto, conhecido como Enantiornithes, tinha apenas alguns dias de idade quando ficou irremediavelmente preso na seiva pegajosa de uma árvore.

O fóssil oferece aos cientistas um vislumbre exclusivo do passado e uma oportunidade de aprender mais sobre as maneiras pelas quais os Enantiornithes se diferem dos pássaros atuais.

“[Eu pensei que tivéssemos] apenas um par de pés e algumas penas antes de passar pelas imagens de CT”, disse o co-líder da equipe de pesquisa, Lida Xing, da Universidade de Geociências da China.

“Foi uma grande surpresa depois disso. A surpresa continuou quando começamos a examinar a distribuição de penas e percebemos que havia folhas translúcidas de pele que ligavam a muitas regiões do corpo e que aparecem nos dados de tomografia computadorizada”.

Deixe uma resposta