Fósseis de floresta pré-histórica são anteriores aos dinossauros

Cientistas que exploram a Antártica encontraram fósseis de uma floresta que remontava mais de 260 milhões de anos.

Os fósseis foram descobertos pelos geólogos Erik Gulbranson e John Isbell da Universidade de Wisconsin-Milwaukee durante uma expedição às Montanhas Transantárticas do promontório McIntyre.

No total, encontraram os restos de 13 árvores que remontam ao final do período permiano há cerca de 260 milhões de anos – um tempo antes mesmo de os dinossauros terem chegado à cena.

Os fósseis também são anteriores a um evento de extinção em massa que eliminou 90 por cento de toda a vida na Terra.

“Esta floresta é um vislumbre da vida antes da extinção, o que pode nos ajudar a entender o que causou o evento”, disse Gulbranson em um comunicado de imprensa.

“As pessoas sabem sobre os fósseis na Antártica desde a expedição de Robert Falcon Scott de 1910 a 12. No entanto, a maior parte da Antártida ainda não é explorada. Às vezes, você pode ser a primeira pessoa a escalar uma montanha em particular”.

Deixe seu comentário!