Físicos alemães vão enfrentar o mistério do EmDrive

Cientistas na Alemanha construíram um dispositivo de medição para determinar se o enigmático EmDrive realmente funciona.

O motor de propulsão eletromagnética, que alguns cientistas acreditam poder anunciar uma nova era do voo espacial, substituindo os motores convencionais de foguetes químicos, continua sendo controverso.

O EmDrive supostamente trabalha convertendo energia elétrica em propulsão sem a necessidade de propulsor através de um processo que os cientistas argumentam estar violando diretamente as leis da física.

Embora os esforços anteriores para testar o dispositivo tenham produzido resultados potencialmente interessantes, ninguém parece ser capaz de concordar se é realmente capaz de produzir impulso ou não.

O problema é que o impulso observado é tão minúsculo que é muito difícil saber se ele está sendo produzido pelo EmDrive ou se é o resultado de algum outro processo.

Agora, no entanto, Martin Tajmar e colegas do projeto SpaceDrive na Alemanha esperam resolver o problema de uma vez por todas, desenvolvendo um novo instrumento de medição extremamente sensível capaz de determinar se o impulso observado realmente vem do dispositivo.

Segundo relatos, os resultados da equipe serão publicados em agosto, antes de serem apresentados no Congresso Astronáutico Internacional, em outubro.

Espera-se que os resultados finalmente levem o debate ao EmDrive de uma vez por todas.

Deixe seu comentário!