Enguias ‘hiperativas’ devido à cocaína no Tamisa

De acordo com um relatório, o uso excessivo de drogas em Londres pode estar tendo um efeito adverso em alguns dos animais selvagens locais.

A pesquisa, conduzida por cientistas do King’s College London, descobriu que uma quantidade substancial de cocaína estava entrando no rio por águas residuais dos esgotos.

Os níveis da droga, que entra na água pela urina, são anormalmente altos para uma grande cidade.

Embora Londres tenha instalações de purificação para tratar a água que entra no rio, uma quantidade grande de chuva sobrecarrega o sistema, fazendo com que algumas drogas passem o sistema.

“Os aumentos de cafeína, cocaína e benzoilecgonina (um metabólito da cocaína) foram observados 24 horas após os eventos de transbordamento de esgoto”, escreveram os pesquisadores.

Para piorar a situação, acredita-se que a droga é susceptível de ter um efeito negativo em alguns da vida marinha local. As enguias, em particular, podem estar se tornando “hiperativas” devido à exposição à cocaína.

“As drogas que nos afetam quase sempre afetam toda a vida animal, e se invertebram um pouco mais porque a bioquímica delas é muito mais sensível”, disse James Robson, especialista em vida marinha.

“Essencialmente, tudo na água será afetado por drogas como essas. Muitos dos gatilhos e as maneiras pelas quais a cocaína afeta o sistema são realmente primordiais”.

Deixe seu comentário!