Dinossauro frankenstein é um elo perdido

O mistério em torno de um dinossauro composto de várias partes de corpos incompatíveis finalmente foi resolvido.

Oficialmente chamado Chilesaurus, este espécime incomum, que foi descoberto na América do Sul, permaneceu por muito tempo um enigma. Ao contrário de outros dinossauros, seu esqueleto parece consistir em elementos emprestados de outras espécies, ganhando o apelido de “dinossauro Frankenstein”.

No entanto, após um novo estudo do estudante de doutorado Matthew Baron, da Universidade de Cambridge, este animal incomum finalmente foi identificado como o elo perdido entre dinossauros herbívoros e dinossauros carnívoros e é um dos primeiros membros de um grupo conhecido como ornithischians.

“Agora que pensamos que ornithischians e os dinossauros carnívoros como Tyrannosaurus estão relacionados, Chilesaurus está exatamente entre os dois grupos”, disse Baron.

“É uma mistura perfeita de meio e meio. Então, de repente, faz muito sentido”.

A descoberta está ajudando a esclarecer sobre como os diferentes grupos de dinossauros se separaram um do outro, bem como a forma como eles evoluíram separadamente em diferentes caminhos.

“Chilesaurus está lá no início de uma dessas grandes divisões e espero que, ao entender mais sobre sua biologia, nos diga quais os fatores foram estabelecidos”, disse o Prof. Paul Barrett.

Deixe seu comentário!