Conjuntivite – Sintomas e Tratamentos

O que é Conjuntivite?

A conjuntivite é um problema comum e que geralmente é bem fácil de tratar, mas que ocasiona uma grande irritação para o paciente.

O problema nada mais é do que uma inflamação na membrana transparente e fina (chamada de conjuntiva) que recobre a parte frontal do globo ocular e também o interior das pálpebras – a parte branca dos olhos.

A função desta membrana é produzir muco para lubrificar e cobrir o olho, e possui pequenos vasos sanguíneos. São esses vasos sanguíneos que se irritam e se alargam, provocando a vermelhidão do olho e o incomodo.

A inflamação pode durar de uma a duas semanas em média e geralmente acomete os dois olhos, e não costuma deixar sequelas.

Causas da Conjuntivite

A conjuntivite pode ser provocada por reações alérgicas, como por exemplo, em pessoas que tem alergia a um determinado perfume e é exposto a ele. Outra forma de contrair a inflamação é através da exposição a elementos químicos, quando então ela é chamada de conjuntivite irritativa. Essas duas formas não são contagiosas.

No entanto a conjuntivite pode ser também viral ou bacteriana, e a pessoa pode contrair o problema através de contato com outras pessoas infectadas. Algumas vezes essas modalidades podem inclusive causar epidemias.

A contaminação geralmente ocorre pelo contado das mãos com os olhos, através de toalhas e até mesmo cosméticos usados por pessoas cm conjuntivite bacteriana ou viral. A conjuntivite bacteriana é a mais preocupante, pois algumas vezes os olhos secretam um líquido amarelado devido a infecção.

Como Prevenir a Conjuntivite

Para evitar a conjuntivite é necessário ter cuidado para não entrar em contato com pessoas contaminadas, lavar sempre as mãos e usar as próprias toalhas, fronhas e até os cosméticos e colírios. Além disso, é importante evitar substancias que possam causar irritação nos olhos, como produtos químicos.

Tratamentos para a Conjuntivite

Se a pessoa já estiver com conjuntivite, e necessário evitar usar lente de contato para não ferir os olhos, e se for viral ou bacteriana não emprestar objetos de uso pessoal como toalhas e outros citados acima.

Ao sentir um ou mais sintomas da doença ou incomodo muito grande, o indicado é procurar um profissional especialista e capacitado para que ele possa diagnosticar a Conjuntivite, descartando a possibilidade de outras doenças sem contar na prescrição de um tratamento eficaz e sem riscos a saúde dos olhos, um órgão tão importante no dia a dia de cada um de nós.

Deixe seu comentário!