Cirurgião de ‘transplante de cabeça’ revela progresso

O neurocirurgião italiano Sergio Canavero conseguiu separar e reconectar as medulas espinhais de nove camundongos.

A ideia de remover a cabeça de alguém e, em seguida, anexá-la a outro corpo é talvez o procedimento cirúrgico mais audacioso já concebido.

De acordo com o cirurgião italiano Dr. Sergio Canavero, no entanto, realizar um transplante de cabeça para um paciente humano vivo não só é possível, mas demonstravelmente alcançável antes do final deste ano.

Agora, o polêmico cirurgião mostrou que é capaz de cortar as cordas espinhais de ratos e depois os reconectar com sucesso usando uma solução especial de “cola”.

rato-transplante.jpg

Os críticos alegaram que isso seria impossível, Mas agora que o Dr. Canavaro realmente demonstrou que pode ser feito, ele acredita que seu plano de realizar o primeiro transplante de cabeça humana do mundo deve acontecer em breve.

Ele agora pretende repetir o procedimento de reconexão da medula espinhal em cães nos próximos meses.

A ideia de tentar tal coisa em um ser humano, no entanto, tem sido rebatida com críticas universais.

“Eu não gostaria disso em ninguém”, disse o Dr. Hunt Batjer da Associação Americana de Cirurgiões Neurológicos. “Eu não permitiria que ninguém me fizesse, pois há muitas coisas pior do que a morte”.

Deixe uma resposta