Califórnia declara café seguro e sem risco de câncer

As autoridades de saúde da Califórnia propuseram uma alteração na regulamentação na sexta-feira que declararia que o café não apresenta um risco significativo de câncer, contrariando uma decisão recente do tribunal estadual que abalou alguns bebedores de café.

O Escritório de Perigos para a Saúde Ambiental disse que o movimento sem precedentes seguiu uma análise de mais de 1.000 estudos publicados esta semana pela Organização Mundial da Saúde que encontraram evidências inadequadas de que o café causa câncer.

Uma lei aprovada pelos eleitores em 1986 que exige avisos de produtos químicos conhecidos por causar câncer e defeitos congênitos.

Um desses produtos químicos é a acrilamida, que é encontrada em muitas coisas e, como um subproduto da torrefação e fabricação de café, estaria presente em cada xícara.

Se o regulamento for adotado, seria uma grande vitória para o setor cafeeiro que enfrenta penalidades civis potencialmente massivas depois de perder um processo de 8 anos na Corte Superior de Los Angeles sobre o assunto e poderia ter que colocar alertas em todas as embalagens de café vendidos na Califórnia.

Um grupo sem fins lucrativos processou com sucesso a Starbucks e outros torrefadores e varejistas para exigir avisos sobre o café por causa da presença do produto químico.

O juiz Elihu Berle disse que as empresas não conseguiram mostrar que os benefícios de beber café superam quaisquer riscos. Ele decidiu em uma fase anterior do julgamento que as empresas não mostraram que a ameaça do produto químico era insignificante.

“O regulamento proposto afirma que beber café não representa um risco significativo de câncer, apesar da presença de produtos químicos criados durante o processo de torrefação e fermentação que estão listados na Proposição 65 como carcinogênicos conhecidos”, disse a agência em um comunicado.

“O regulamento proposto é baseado em evidências científicas extensivas de que não foi demonstrado que o consumo de café aumenta o risco de câncer e pode reduzir o risco de alguns tipos de câncer”.

Deixe seu comentário!