Astrônomos descobrem metanol em Encélado

Uma quantidade inesperadamente alta da molécula orgânica foi encontrada vindo da lua gelada de Saturno.

Freqüentemente considerado como um dos lugares mais promissores para procurar sinais de vida extraterrestre, Encélado, que é pensado para ser o lar de um vasto oceano de água líquida, permaneceu um tópico popular de estudo entre os cientistas desde que a nave espacial Voyager da NASA começou a desvendar seus segredos.

Agora, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Cardiff descobriu uma assinatura de metanol “inesperadamente grande” em um dos anéis mais longos de Saturno – uma assinatura que eles rastrearam até Encélado.

Acredita-se que as plumas geladas da lua podem ter “alimentado” os anéis durante um longo período de tempo.

“Recentes descobertas de que as luas geladas em nosso sistema solar externo poderiam hospedar oceanos de água líquida e ingredientes para a vida provocaram possibilidades excitantes para sua habitabilidade”, disse Emily Drabek-Maunder, da Universidade de Cardiff, que apresentou as descobertas no início desta semana.

“Mas, neste caso, nossas descobertas sugerem que esse metanol está sendo criado por reações químicas adicionais, uma vez que a pluma é ejetada para o espaço, o que torna improvável que seja uma indicação para a vida em Encélado”.