Artista se prende a bloco de mármore por 19 dias

O artista belga Mikes Poppe se acorrentou ao mármore para destacar o “encargo inescapável da história”.

A estratagema peculiar, que acabou por durar 438 horas, viu Poppe viver exclusivamente dentro de um tribunal na cidade litorânea belga de Oostende, enquanto trabalhava em um grande bloco de mármore.


Todos os dias, os visitantes podiam ir e ver como o artista trabalhava em sua obra. Ele também comeu, dormiu, lavou e desenhou enquanto estava preso dentro da exposição única.

Infelizmente, apesar de seus melhores esforços, ele foi incapaz de se libertar do bloco e acabou por ter que ser resgatado ao cortar a corrente com uma ferramenta elétrica.

“Este bloco era simbólico, a história da arte, da qual eu estou tentando me livrar”, disse ele. “Descobri que isso não é possível. É um fardo que eu sempre devo levar”.

Deixe seu comentário!