100 pessoas podem viver na Lua até 2040

O ambicioso plano da “aldeia da lua” da ESA poderia ver humanos vivendo na superfície lunar dentro de 25 anos.

Falando no Congresso Europeu de Ciência Planetária em Riga, o embaixador da “Vila da Lua”, Bernard Foing, descreveu como a criação de um assentamento permanente na Lua não é apenas viável, mas algo que poderia ser verdadeiramente alcançado nas próximas décadas.

Em 2030, ele propôs, que a humanidade poderia ter estabelecer um assentamento lunar entre seis e dez pioneiros compostos por cientistas, técnicos e engenheiros.

Na década seguinte, a população da colônia aumentaria para cerca de 100 pessoas e, em 2050, cresceria exponencialmente com mais de mil pessoas vivendo e trabalhando na Lua.

Infelizmente, no entanto, embora haja um grande interesse no projeto entre cientistas e empresários, os políticos até agora estiveram hesitantes em se comprometer.

Um dos maiores problemas, como sempre, é o dinheiro, o que significa que qualquer tentativa de obter financiamento para um projeto tão ambicioso pode depender de um tal potencial financeiro a longo prazo.

“É altamente frustrante”, disse o físico Vidvuds Beldavs da Universidade da Letônia. “Ainda não temos os principais líderes interessados”.

Deixe seu comentário!