1.000 dentes humanos encontrados dentro da parede do prédio

Trabalhadores da construção civil na Geórgia tiveram a surpresa de suas vidas quando fizeram a terrível descoberta na semana passada.

Os dentes, que estavam empilhados dentro de uma cavidade na parede do segundo andar de um antigo prédio comercial em Valdosta, haviam sido aparentemente colocados deliberadamente por um dos ocupantes anteriores.

Uma investigação revelou mais tarde que o prédio era o lar de um consultório de dentista no início de 1900.

Surpreendentemente, dois outros casos similares foram relatados no estado, ambos envolvendo antigos consultórios de dentistas que estariam ativos durante aproximadamente o mesmo período de tempo.

“Não tenho certeza se era uma prática comum entre os dentistas naquela época, mas é muito estranho que houvesse outras duas pessoas que [relataram a mesma coisa]”, disse a diretora da Valdosta Main Street, Ellen Hill.

Não se acredita que o Departamento de Polícia de Valdosta esteja investigando o assunto ainda mais.

Deixe seu comentário!