Verme com três sexos descoberto em Mono Lake

Os cientistas descobriram uma nova espécie de verme microscópico em um dos lagos mais antigos da América do Norte.

Formado há cerca de 760.000 anos em uma bacia endorreica, o Mono Lake da Califórnia é um local particularmente valioso para estudos biológicos devido à sua química única.


A água do lago tem um nível excepcionalmente alto de conteúdo alcalino porque a falta de qualquer tipo de saída resultou em um grande acúmulo de sais.

Isso levou ao desenvolvimento de várias espécies únicas que não podem ser encontradas em nenhum outro lugar da Terra.

Essa última descoberta, feita por pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia, foi uma das oito novas espécies microscópicas de vermes encontradas recentemente no lago.

Ao contrário de outros vermes, a nova espécie, denominada Auanema sp. , tem três sexos – masculino, feminino e hermafrodita (que possui órgãos reprodutivos parciais de ambos os sexos).

A espécie também é incomum, pois dá à luz jovens vivos – uma característica única entre os nematóides.

É provável que essas características únicas sejam fundamentais para sua sobrevivência no ambiente extremo do lago.

“Os extremófilos podem nos ensinar muito sobre estratégias inovadoras para lidar com o estresse”, disse o estudante de graduação Pei-Yin Shih. 

“Nosso estudo mostra que ainda temos muito a aprender sobre como esses animais de 1.000 células dominam a sobrevivência em ambientes extremos”.

Deixe seu comentário!