Túnel robô nuclear poderia explorar Europa

A Nasa propôs uma nova missão para mergulhar nas profundezas da crosta gelada da lua de Júpiter, Europa.

Quando se trata de procurar sinais de vida extraterrestre dentro de nosso próprio sistema solar, nenhum alvo provou ser mais tentador do que Europa – um mundo que acredita-se ser o lar de um oceano potencialmente habitável de água líquida escondido sob uma casca exterior espessa e gelada.

Agora, a equipe multidisciplinar COMPASS do centro Glenn Research da NASA revelou uma proposta para uma nova e ambiciosa missão que pode fazer com que uma sonda derreta através do gelo para buscar evidências de vida no oceano subterrâneo de Europa.

O estudo conceitual, que examina as tecnologias que seriam necessárias para empreender tal missão, sugere equipar a sonda com ‘tijolos’ radioativos para gerar calor.

A missão seria grande, cara e complexa, mas teoricamente factível com a tecnologia atual.

“Não nos preocupamos com o fato de nosso túnel chegar à Europa ou ser implantado no gelo”, disse Andrew Dombard, da Universidade de Illinois, em Chicago. “Nós apenas assumimos que poderia chegar lá e nos concentramos em como isso funcionaria durante a descida para o oceano.”

Se a missão realmente será realizada, ainda não está claro – especialmente considerando o custo e o potencial de contaminação, dado que a sonda conterá uma fonte de energia nuclear.

Como estão as coisas, há atualmente duas missões orbitais planejadas para Europa – o Europa Clipper da NASA, que será lançado em 2023 eo Programa de Exploração de Oceanos da ESA, planejado para 2022.

Se o tunnelbot proposto se tornar realidade, é improvável que ele seja lançado muito tempo depois.

Deixe seu comentário!