‘Star Chip’ pode chegar à Terra 2.0 em 20 anos

Stephen Hawking espera enviar uma sonda espacial para um mundo potencialmente habitável em torno de Alpha Centauri.

Durante um discurso no Festival de Starmus na Noruega nesta semana, o físico mundialmente famoso descreveu um novo tipo de nave espacial em miniatura, chamada Star Chip, que em breve poderia possibilitar a aquisição de imagens de planetas extrasolares mais próximos em questão de décadas.

Medindo meros centímetros de tamanho e equipados com uma vela solar, essas minúsculas sondas seriam propelidas para a frente por um raio laser disparado da superfície da Terra.

Sob as condições certas, eles podem até chegar a um quinto da velocidade da luz.

“Esse sistema poderia chegar a Marte em menos de uma hora, chegar a Plutão em dias, passar pela Voyager em menos de uma semana e chegar ao Alpha Centauri em pouco mais de 20 anos”, disse o professor Hawking.

“Uma vez lá, a nano nave poderia analisar planetas descobertos no sistema, testar campos magnéticos e moléculas orgânicas e enviar os dados de volta à Terra em outro raio laser”.

“É importante ressaltar que as trajetórias da Star Chips podem incluir Proxima b, o planeta parecido com a Terra que está na zona habitável de Alpha Centauri”.

Com base nos cálculos da Hawking, se uma dessas sondas Star Chip fossem lançadas hoje, poderíamos receber dados sobre o planeta extrasolar habitável mais próximo em menos de 25 anos.