Sonda espacial da NASA conseguiu fazer o sobrevoo do mais distante objeto

A sonda espacial da NASA, de longa duração, conseguiu fazer o sobrevôo mais distante de um objeto já realizado.

Havia muito a ser celebrado no centro de controle da missão da NASA na Universidade Johns Hopkins, em Maryland, hoje, quando o sinal veio confirmar que a New Horizons havia conseguido mais uma vez.

Com uma massa de aproximadamente 10.000 vezes a massa do cometa visitado pela sonda Rosetta da ESA, o MU69 (ou Ultima Thule) tem cerca de 30 milhas de diâmetro e orbita o Sol uma vez a cada 295 anos.

Até agora, nenhuma espaçonave havia visitado esse objeto – ou qualquer outro – situado tão longe no sistema solar, o que tornava as descobertas da sonda particularmente atraentes.

O sobrevôo é o segundo realizado pela New Horizons, que também visitou Plutão em 2015.

Segundo a NASA, o Ultima Thule será visto em breve como um “mundo inteiramente novo”.

“Além de ser o primeiro a explorar Plutão, hoje a New Horizons voou pelo objeto mais distante já visitado por uma espaçonave e se tornou o primeiro a explorar diretamente um objeto que contém resquícios do nascimento do nosso sistema solar”, disse o administrador-chefe da Nasa. Jim Bridenstine.

“É disso que se trata a liderança em exploração espacial.”

No entanto, levará algum tempo para todos os dados que a New Horizons coletou – incluindo fotografias em alta resolução de Ultima Thule – para serem enviados de volta à Terra.

Será muito empolgante descobrir o que descobriu lá.

Deixe seu comentário!