Segunda Esfinge possivelmente descoberta no Egito

Trabalhadores da construção civil desenterraram o que se acredita ser uma segunda Esfinge perto do Vale dos Reis.

Com o corpo de um leão e a cabeça de um humano, a Esfinge tem sido um dos monumentos mais originais e universalmente reconhecíveis do antigo Egito.

Agora, uma estátua que os arqueólogos acreditam ser realmente uma segunda Esfinge foi descoberta sob uma estrada que estava sendo construída entre os templos de Karnak e Luxor, no lado do Nilo.

Datando de 4.000 anos, a estátua ainda está enterrada no chão e nenhuma foto foi tirada, no entanto, os turistas são bem-vindos para visitar o local.

De acordo com Mohamed Abel Aziz, diretor geral de antiguidades da Luxor, não há planos imediatos para extrair a estátua do solo “devido à natureza do ambiente em que se encontra”.

Trabalhos de construção no local, no entanto, foram interrompidos enquanto a descoberta está sendo investigada.

Se a estátua é realmente uma segunda Esfinge, pode ser uma descoberta bastante importante.

Deixe seu comentário!