Sega Genesis? Conheça a história do Mega Drive

O Sega Genesis é um console de videogames de quarta geração desenvolvido e produzido pela Sega.

Foi originalmente lançado no Japão em 1988 como Mega Drive, depois na América do Norte em 1989 como Sega Genesis, e na Europa, Austrália e outras regiões (PAL) em 1990 como Mega Drive.

A razão para os dois nomes é que a Sega não conseguiu garantir direitos legais ao nome do Mega Drive na América do Norte. O Sega Genesis é o terceiro console da Sega e o sucessor do Sega Master System com o qual tem compatibilidade com versões anteriores.

A controvérsia sobre jogos como Mortal Kombat nos Estados Unidos forçou a Sega a criar o primeiro sistema de classificação de conteúdo para videogames, o Videogame Rating Council, em vez de ter os jogos fortemente censurados.

O sistema de classificação permitiu que a Sega enviasse jogos com pouca ou nenhuma censura e lhe deu uma vantagem competitiva quando o mesmo jogo foi lançado pela Nintendo.

O sucesso desses jogos eventualmente forçou a Nintendo a se juntar ao seu sistema de classificação.

O Sega Genesis foi o primeiro de sua geração a alcançar uma participação de mercado notável na Europa e na América do Norte, competindo com o Nintendo Entertainment System (NES) e o PC-Engine da NEC.

Dois anos depois, a Nintendo lançou o Super Nintendo Entertainment System, e a competição entre as duas dominaria a era dos videogames de 16 bits.

O console começou a produção no Japão em 1988 e terminou com o último jogo licenciado e lançado em 2002 no Brasil. O Sega Genesis era o console mais bem sucedido da Sega; embora a Sega nunca tenha divulgado suas vendas totais, as estimativas variam entre 29 milhões e 40,8 milhões.

Vários add-ons foram criados, incluindo o Sega CD e Sega 32X, que ampliou suas capacidades. O console e seus jogos continuam a ser populares entre fãs, colecionadores, jogadores retro e entusiastas de emulação.

As variações licenciadas de terceiros do console ainda estão sendo produzidas até hoje, e há também vários desenvolvedores de jogos indie que continuam a produzir jogos para o console.

Muitos jogos foram relançados em compilações para consoles mais novos, oferecidos para download em vários serviços online, como Wii Virtual Console, Xbox Live Arcade, PlayStation Network e Steam.

Embora o Sega Master System tenha sido um sucesso na Europa e, mais tarde, no Brasil, não conseguiu despertar muito interesse nos mercados norte-americanos ou japoneses, que, em meados dos anos 80, eram ambos dominados grande parte pela Nintendo.

Entretanto, nas arcades, o Sega System 16 tornou-se um sucesso. Hayao Nakayama, CEO da Sega na época, decidiu fazer seu novo sistema doméstico utilizar uma arquitetura similar de 16 bits.

O design final foi eventualmente usado nas máquinas arcade Mega-Tech, Mega-Play e System-C. Qualquer jogo feito para o hardware do Mega Drive poderia ser facilmente transportado para esses sistemas.

Durante o desenvolvimento, o hardware foi chamado de “Mark V”, mas o CEO da Sega, Hayao Nakayama, o chamou oficialmente de “Mega Drive”.

O nome foi dito representar superioridade (Mega) e velocidade (Drive), com o então poderoso processador Motorola 68000 em mente.

A Sega usou o nome Mega Drive para as versões japonesa, européia, asiática, australiana e brasileira do console. A versão norte-americana passou pelo nome “Sega Genesis” devido a uma disputa de marca registrada.

O console foi lançado no Japão como Mega Drive em 29 de outubro de 1988. A Sega anunciou uma data de lançamento norte-americana para o sistema (como Sega Genesis) em 9 de janeiro de 1989.

A Sega tentou inicialmente se associar com a Atari Corporation para distribuição do console em os EUA, mas as duas não podiam concordar com termos e a Sega decidiu ir sozinha.

A Sega não conseguiu cumprir a data de lançamento inicial e as vendas dos EUA começaram em 14 de agosto de 1989 em Nova York e Los Angeles.

O Sega Genesis foi lançado no resto da América do Norte mais tarde naquele ano, em 15 de setembro de 1989, com o preço de varejo sugerido de US$ 189,99, US$10 menos do que o planejado originalmente e também $10 a menos do que o competitivo TurboGrafx-16

O lançamento europeu, como Mega Drive, foi em 30 de novembro de 1990. Após o sucesso europeu do Sega Master System, o Mega Drive tornou-se um console muito popular na Europa.

Ao contrário de outras regiões onde o NES tinha sido a plataforma dominante, o Sega Master System era o console mais popular na Europa na época.

No Reino Unido, o mais conhecido dos slogans publicitários da Sega era “Para ser tão bom leva tempo, para ser tão bom leva SEGA”.

Alguns desses anúncios empregavam o humor e a insinuação dos adultos com frases como “Quanto mais você joga com ele, mais difícil fica” exibido com uma ilustração de um joystick.

Sega até gastou alguns milhões em quatro ou cinco comerciais com Peter Wingfield, como Jimmy, o viciado em videogames para usar seu poder de celebridades para ajudar a popularizar o slogan.

Ele acabou aparecendo em uma propaganda popular com um Cyber ​​Razor Cut.

Uma figura proeminente no mercado europeu foi o “Sega Pirate”, um crânio falante de um olho que estrelou em muitos anúncios de TV com uma atitude geralmente divertida e humorística.

Como o Mega Drive já tinha dois anos no lançamento na Europa, os muitos jogos disponíveis no lançamento eram, naturalmente, mais números quando comparado aos lançamentos em outras regiões.

Os ports de títulos de arcade como Altered Beast, Golden Axe e Ghouls ‘n Ghosts, disponíveis nas lojas no lançamento, proporcionaram uma imagem forte do poder do console para oferecer uma experiência semelhante a um arcade.

Embora o Sega Genesis não fosse capaz de gráficos e som exagerados, estava mais perto do que era possível no NES ou no Master System.

A chegada de Sonic the Hedgehog em 1991 foi tão bem sucedido quanto na América do Norte, com o novo mascote Sega se tornando popular em todo o continente.

No Brasil, o Mega Drive foi lançada pela TecToy em 1990, apenas um ano após o lançamento do Sega Master System no Brasil.

TecToy também atuou no serviço de Internet Sega Meganet no Brasil, além de produzir jogos exclusivamente para o mercado brasileiro.

Em 5 de dezembro de 2007, a TecToy lançou uma versão portátil do Mega Drive com 20 jogos embutidos.

Na Índia, a distribuição da Mega Drive foi feita por Shaw Wallace, com cada produto vendido por 18 mil rupias indianas.

A Sega entrou na parceria na primavera do hemisfério norte de 1995, porque queria contornar uma tarifa de importação de 80%. A Samsung administrou na Coréia.

A Samsung renomeou o console para “Super Gam*Boy”, mantendo o logotipo do Mega Drive no sistema. Mais tarde, foi renomeado como “Super Aladdin Boy”.

Retorno ao Brasil

Em outubro de 2016, a Tectoy anunciou uma grande novidade para os gamers: o Mega Drive, videogame que marcou uma geração na década de 90 voltaria a ser produzido em edição limitada.

A empresa alertou, no entanto, que alguns cartuchos poderiam não ser compatíveis com o novo console.

Deixe seu comentário!