Quatrilhão de toneladas de diamante foram descobertos

Os cientistas determinaram que há 1.000 vezes mais diamante sob nossos pés do que se pensava anteriormente.

O notável esconderijo de diamantes foi descoberto graças a varreduras sísmicas do interior da Terra – um processo que envolve o uso de ondas sonoras para construir uma imagem do que está abaixo do solo.

Quando os pesquisadores do Departamento de Terra, Atmosfera e Ciências Planetárias do MIT descobriram uma anomalia nos dados, eles determinaram que grandes quantidades de diamante situadas a 150 km abaixo da superfície do planeta eram a explicação mais provável.

“Isso mostra que o diamante não é talvez esse mineral exótico, mas na escala das coisas, é relativamente comum”, disse Ulrich Faul, cientista pesquisador do MIT.

“Não podemos chegar até eles, mas ainda assim, há muito mais diamante do que jamais pensamos antes.”

Mesmo se encontrarmos uma maneira de mergulhar até aqui na Terra, a mineração dos diamantes pode acabar se tornando infrutífera, uma vez que sua grande quantidade, sem dúvida, os desvalorizará imensamente.

Também é provável que a mineração de asteroides – que também tem o potencial de produzir grandes quantidades de diamantes e outros recursos preciosos – os tenha desvalorizado significativamente muito antes disso.

Deixe seu comentário!