Por que uma boa resposta só vem à mente depois que a conversa termina?

Este fenômeno foi descrito pelo filósofo Denis Diderot já no século 18, e deu-lhe um nome: “a mente da escada” – um termo usado para a situação difícil de pensar na resposta perfeita tarde demais.

Em um jantar em uma disputa com seu oponente, Diderot estava tão perturbado que não conseguiu responder adequadamente aos ataques de seu interlocutor.

No entanto, quando ele saiu para recuperar o fôlego nas escadas, a resposta perfeita estava lá.

Ele explica: “um homem sensível, como eu, oprimido pela discussão levantada contra ele, fica confuso e [só pode pensar com clareza novamente quando] se encontra no fundo da escada”.

Em uma situação estressante (discussão, debate, crítica), o cérebro começa a pensar em padrões, e nada além do padrão “quem está falando” vem à mente.

Nunca tenha medo de dizer a coisa errada: relaxe e não procure a resposta ideal. Se você puder aprender a não se forçar durante uma discussão, grandes frases nascerão por si mesmas.

Deixe seu comentário!