Por que o sol fica vermelho quando nasce ou se põe?

A medida que o dia caminha, uma bola de luz avermelhada que chamamos de sol aumenta. Esta neblina vermelha dá lugar a um brilho branco dourado enquanto o dia avança e reaparece quando o sol se põe à noite.

O sol realmente muda de cor? A explicação está nesta transição.

A luz do sol consiste em três tipos de radiação – raios ultravioleta, luz visível e raios infravermelhos. Ao contrário da luz visível, os raios ultravioletas e os raios infravermelhos não podem ser vistos.

Os raios da luz visível são brancos e consistem em sete cores – violeta, índigo, azul, verde, amarelo, laranja e vermelho.

As partículas de poeira, gás e ar da Terra espalham a luz do sol em diferentes direções. A luz violeta tem uma propriedade peculiar devido a sua grande dispersão. A luz vermelha fica mais dispersa por último.

O sol nascente

Ao nascer do sol, a terra gira em direção ao sol. Da mesma forma, durante o pôr do sol, a Terra está girando para longe do sol.

Durante esses períodos, a luz solar tem que se deslocar em um ângulo e, portanto, cobrir uma longa distância pela atmosfera enquanto encontra obstáculos em seu caminho.

A maioria das cores, como verde e violeta, fica espalhada antes que a luz atinja a terra. Uma vez que o vermelho está mais disperso, é essa a cor que vemos quando nos atinge.

Durante o meio dia, o sol está diretamente sobre a cabeça e parece branco. Isso ocorre porque a luz solar tem que cobrir uma distância muito menor através da atmosfera e enfrenta menos obstáculos. Por isso, ele escapa de uma grande dispersão.

De fato, se nós calculássemos a distância que os raios do sol têm para percorrer a parte mais densa da atmosfera (cerca de 150 kms) para qualquer ponto da Terra, acharíamos que essa jornada dos raios é quase 50 vezes mais ao nascer e no pôr do sol do que ao meio dia.