Plantas podem manter uma pessoa viva em uma sala hermética?

O cientista Kurtis Baute decidiu ver quanto tempo ele poderia durar em um cubo hermético com apenas plantas para fornecer oxigênio.

O canadense, cujo objetivo era aumentar a conscientização para a mudança climática, optou por se selar dentro de uma prisão de plástico, juntamente com 200 plantas para ver quanto tempo ele seria capaz de sobreviver.

As plantas usam a luz solar para converter o dióxido de carbono em oxigênio através de um processo chamado fotossíntese e enchendo a sala com a qual ele esperava poder durar pelo menos três dias.

Baute começou seu desafio à meia-noite de terça-feira e, enquanto as coisas começaram promissoras o suficiente, ele teve que abandonar a tentativa depois de apenas 15 horas devido aos altos níveis de dióxido de carbono.

O principal problema, ele argumentou, era que as plantas não estavam recebendo luz solar suficiente.

“Eu provavelmente poderia sobreviver no jarro por três dias”, escreveu ele em seu site. “Mas meu objetivo não é ‘morrer’, meu objetivo é acabar com este projeto sem ter se tornado azul, com danos cerebrais, insolação ou causado lesões duradouras no meu corpo”.

Resta saber se ele tentará ou não a experiência novamente.

Deixe seu comentário!