Peixinho dourado é capaz de criar seu próprio álcool

Os cientistas descobriram como o peixinho dourado é capaz de sobreviver por meses em lagoas e lagos cobertos de gelo.

Enquanto os seres humanos só podem durar alguns minutos sem oxigênio, os peixes dourados desenvolveram uma habilidade notável que lhes permite durar meses em água congelada.

O mecanismo exato por trás disso permaneceu um pouco misterioso, mas agora um novo estudo revelou, pela primeira vez, exatamente o que é que mantém o peixe vivo há tanto tempo.

A resposta, afinal, é o álcool.

Normalmente, quando um animal está sem oxigênio, ele experimenta uma acumulação de ácido lático que é fatal se não conseguirem se livrar dele.

Para resolver este problema, o peixinho dourado desenvolveu a capacidade de converter este ácido láctico em álcool para que ele possa ser dispersado com segurança através das brânquias.

Quanto mais tempo eles estão famintos de oxigênio, mais intoxicados os peixes se tornam.

“Se você mensurá-los em campo, o álcool no sangue subirá acima de 50 mg por 100 mililitros, que é o limite para baber na Escócia e países do norte da Europa”, disse o Dr. Michael Berenbrink.

“Então eles realmente ficam embriagados”.

Deixe uma resposta