Peixes conseguem distinguir inimigos pelo cheiro

Parece que os peixes sempre foram inteligentes. Os humanos, entretanto, levaram algum tempo para perceber o fato.

Alguns anos atrás, os cientistas descobriram que era possível identificar os membros de uma família por meio do cheiro deles. Agora, cientistas da Universidade de Glasgow, descobriram algo novo, de acordo com um relatório na revista ‘New Scientist’.

Eles descobriram que o salmão vai um passo adiante. Eles conseguem diferenciar os estranhos dos membros de sua família.

A razão está no fato de que eles usam o cheiro para marcar seu território, os cientistas dizem. E assim, quando um cheiro muito forte indica a presença de estranhos, eles se sentem ameaçados.

Como os cientistas descobriram isso? Eles trouxeram 44 salmões de duas famílias diferentes e as mantiveram em vários tanques de água. Todos os tanques de água tinham membros de ambas as famílias.

Em alguns tanques, a água foi deixada para entrar e sair. Em outros, eles deixaram a água circular continuadamente. Quando isso aconteceu, os aromas de peixe também ficaram mais fortes. A água parada reuniu mais cheiro com o tempo.

O salmão nesses tanques poderia facilmente distinguir o cheiro da família dos estranhos. Eles ficaram desagradáveis, suas barbatanas se ergueram, atacaram e morreram.

Os cientistas acham que esta descoberta ajudará as pessoas que criam pescas selvagens.

Agora eles sabem que, se forem colocados aqueles da mesma família em um local fechado, estes crescerão juntos e se multiplicarão.

Deixe seu comentário!