Parque Nacional de Huascarán

A cordilheira dos Antes, mais precisamente na localização da região do peru, conta com um parque de grande apelo histórico, trata-se do Parque nacional de Huascarán.

Cobrindo mais de três mil quilômetros quadrados de terra, o lugar teve sua fundação no dia 01 de julho, no ano de 1975. Habitat natural de alguns dos felinos mais interessantes da espécie, jaguar, puma, lama, guanaco, tapir brasileiro e o cervo do pantanal, além de um tipo de colibri, fora várias espécies de patos, que contam com varias famílias. É possível encontrar alguns tipos mais raros de patos no lugar.

A UNESCO decidiu transformar o parque em Patrimônio Mundial, isso aconteceu no ano de 1985. A proteção do parque é de responsabilidade das autoridades peruanas, que defendem a fauna e flora do lugar, além dos sítios arqueológicos, as cenas panorâmicas e as diversas formações geológicas que são frutos das eras anteriores. Tais métodos são adotados para garantir que os recursos naturais e culturais possam ser tema de estudos científicos e pesquisas.

A altura das montanhas presentes no parque fica entre 1900 e 6100 metros, sendo também considerado o ponto mais alto do Peru, com mais de 6500 m. No decorrer de toda a extensão do parque, existem mais de 660 glaciares, 295 lagos e 40 cursos de água vindos de três diferentes rios, o Maranon, Pativilca e Santa.

Huascarán é responsável por dar o nome ao parque localizado em suas cadeias, pois o mesmo é a montanha da considerada cordilheira branca, que faz parte do lado peruano do Andes. Tendo mais de 6500 metros, é o ponto mais agudo (alto) do peru, estando em 4° lugar no ranking da América do Sul.

Sua formação se deu pelos restos lançados através de estratovulcão, que incrivelmente era mais alto que a atual montanha. Em 1970, mais precisamente no dia 31 de maio. Um terremoto (Ancash) causou uma grande fissura no lado norte da montanha, soltando assim um grande volume de rocha e gelo, totalizando mais de 1 quilômetro de comprimento, 799 metros de profundidade e 1 quilômetro de largura.

Com cerca de cinco minutos, o deslizamento atingiu Yungay, que era uma cidade da região, tal feito matou mais de 16.900 pessoas, sobrando apenas 400 da população total. O lugar foi praticamente soterrado, além das pessoas que moravam no local, a camada de gelo também atingiu alguns alpinistas checos, que sumiram sem deixar nenhum tipo de vestígio.

A montanha de Huascarán é considerada a mais alta da parte tropical do planeta.

Deixe seu comentário!