Ovelha Dolly não tinha anormalidades na saúde

Um novo estudo indicou que a famosa ovelha clonada não sofria de problemas de saúde anormais.

Nascida em 1996, após 277 tentativas de criar um clone viável, a ovelha Dolly fez notícia no mundo inteiro e permaneceu em destaque por vários anos antes de finalmente desaparecer em fevereiro de 2003.

Desde então, os cientistas estão analisando todos os dados disponíveis para identificar qualquer possíveis problemas de saúde que ela possa ter sofrido, especialmente quaisquer que tenham sido um resultado direto do processo de clonagem.

Uma das maiores preocupações sobre sua saúde foi o início da osteoartrite em seu joelho aos cinco anos de idade, algo que os cientistas temiam que poderia ter sido o resultado de sua biologia única.

No entanto, após um reexame do esqueleto de Dolly, pesquisadores da Universidade de Nottingham concluíram que sua condição era realmente típica de outros animais de sua idade e, provavelmente, não era um resultado direto do fato de ter sido clonada.

“Descobrimos que a prevalência e distribuição de osteoartrite radiográfica foi semelhante à observada em ovelhas naturalmente concebidas e nossa ovelha clonada com idade saudável”, afirmou a professora Sandra Corr.

“Como resultado, concluímos que as preocupações originais de que a clonagem causou osteoartrite inicial em Dolly foram infundadas”.

Deixe seu comentário!