O que foi o Realismo?

Em oposição ao Romantismo surge na Europa um movimento artístico que teve a sua expressão em diversas áreas da arte, mais notavelmente na literatura, nas artes plásticas a no teatro. Ao contrário do Romantismo que trabalhava questões subjetivas e idealizadas, o realismo buscava expor a realidade social em todos os sentidos.

O Realismo surge na França, no século XIX e está relacionado com diversos fatores históricos e sociais que ocorriam naquele momento. Relaciona-se com o positivismo, com o darwinismo, com o evolucionismo social, com o determinismo, com o socialismo utópico e com o socialismo científico, hora negando os elementos defendidos por estas escolas e hora apropriando-se deles seja em sua obra ou na estrutura desenvolvida nelas.

Como um todo, o Realismo buscava expor a realidade latente do mundo. Diferente dos românticos que buscavam um mundo idealizado, era de central importância para o realismo expor tanto os problemas como as contradições da sociedade.

Os temas do Realismo estão sempre relacionados com o que ocorre na realidade imediata, utilizando para isso personagens que são retirados de arquétipos de pessoas do mundo real, com contradições, instintos latentes que não são heróis, são pessoas que tem desvios de caráter.

A narrativa realista é usualmente lenta, morosa, buscando com isso levar o leitor a sentir-se inserido dentro daquele contexto e tornar o ambiente ainda mais pesado. No realismo nada é idealizado, nem o amor, que é exposto em seu caráter sexual, lascivo, expondo o adultério, o uso da mulher como objeto de prazer.

Entre os principal nome do realismo internacionalmente podemos citar Fiódor Dostoiévski.

Nas artes plásticas o realismo buscava retratar a realidade da forma que ela se colocava de fato através de obras pesadas e densas, como as produzidas na escultura por Auguste Rodin e na pintura por Jean-Baptiste Camille Corot, Jean-François Millet e Théodore Rousseau.

No Brasil o realismo teve como principal expoente na literatura Machado de Assis, tendo sido o seu “Memória Póstumas de Brás Cubas” o primeiro livro realista publicado no país.

No teatro o realismo conheceu sua principal expressão com a obra de Alexandre Dumas Filho, que tirava de cena personagens idealizados e desenvolvia uma história com personagens realistas.

Deixe seu comentário!