O que é Síndrome de Estocolmo?

De acordo com o que é dito, a Síndrome de Estocolmo nada mais é do que um estado psicológico que o paciente se encontra, onde de forma particular acaba-se por desenvolvido por algumas pessoas que geralmente são vítimas de sequestro, por exemplo.

O que acontece é que a síndrome acaba por se desenvolver quando há tentativas por parte da vítima de identificar o seu “sequestrador”, ou até mesmo de conseguir conquistar a sua simpatia, é possível que diversas outras doenças psicológicas também recebam este nome.


De onde vem:

A síndrome de estocolmo pode ser considerada como referencia para o assalto de Norrmalmstorg do Kreditbanken que fica em Estocolmo, que teve duração de 5 dias, onde o ocorrido trata-se de vítimas que acabavam por defender os seus sequestradores, mesmo após a prisão física destes e até chegaram a mostrar um comportamento que poderia ser considerado como diferenciado nos processos, onde não tinham como objetivo prejudicar os raptores.

E por isto foi citado este termo pelo profissional criminólogo e psicólogo Nils Bejerot, que conseguiu auxiliar a policia enquanto a um assalto,e acabou por se pronunciar sobre a síndrome durante a realização de uma entrevista.

O que acontece:

De acordo com o que é dito, as vítimas começam a de certa forma se identificar emocionalmente com os seus raptores, sendo que isto inicialmente pode ser considerado como um mecanismo ativo de defesa, pois por medo de ser violentado, ou até mesmo sofrer qualquer tipo de violência, a vítima tende a se mostrar amigável e compreensiva.

A partir disto, são feitos pequenos gestos de gentileza dos raptores que normalmente tendem a se tornar maiores com o passar do tempo, e isto acaba por acontecer, porque do ponto de vista de uma vítima, o que esta acontecendo pode ser considerado fora da realidade, sendo assim, para que se consiga unir ambos os lados, ou seja, que o sequestrado possa ter um bom relacionamento com o seu sequestrador, este tipo de atitude é tomada.

Quem desenvolve a Sindrome de estocolmo:

Como citado anteriormente, é comum que as vítimas desta síndrome sejam pessoas que foram sequestradas, porém, não se trata de uma regra, ou seja, não são todos aqueles que são sequestrados ou passam por este tipo de situação que desenvolvem estes sintomas, é possível que possam ser despertos outros tipos de reações, como por exemplo o ódio, ou até mesmo a pena, assim como também nenhum tipo de sentimento.

Deixe seu comentário!