O homem que evitou a Terceira Guerra Mundial

O ex-oficial militar soviético Stanislav Petrov tomou uma decisão em 1983 que pode ter salvado o mundo.

Durante a Guerra Fria, Petrov estava estacionado em um centro de alerta nuclear russo onde seu trabalho envolveu o monitoramento de leituras de computadores para sinais de um lançamento de mísseis pelos Estados Unidos.

Tudo ficou quieto quando, na manhã de 26 de setembro de 1983, ele recebeu dados sugerindo que um ataque estava realmente acontecendo.

“Eu tinha todos os dados [sugerindo que havia um ataque de mísseis em curso]”, disse Petrov. “Se eu enviasse meu relatório até a cadeia de comando, ninguém teria dito uma palavra contra isso”.

“Tudo o que eu tinha que fazer era chegar ao telefone, levantar a linha direta para nossos principais comandantes – mas eu não podia me mover. Senti que estava sentado em uma frigideira quente”.

Com seus nervos a flor da pele, Petrov decidiu, em vez disso, chamar o oficial de serviço na sede do exército e informar que ocorreu um mau funcionamento do sistema.

“Vinte e três minutos depois percebi que nada havia acontecido”, disse ele. “Se houvesse um verdadeiro ataque, então eu já saberia sobre isso. Foi um alívio”.

Uma investigação posterior revelou que os satélites soviéticos interpretaram erroneamente a luz solar refletindo sobre nuvens como evidência de mísseis balísticos intercontinentais.

Petrov, cujas ações durante o incidente foram amplamente creditadas como algo que evitou um apocalipse nuclear, tristemente morreu em sua casa em Moscou em maio deste ano (2017) aos 77 anos.

Deixe seu comentário!