Novo predador marinho pré-histórico descoberto

Os paleontólogos identificaram uma nova espécie que poderia lançar luz sobre a origem dos crocodilos.

Apelidado do ‘Monstro de Melksham’, uma cidade na Inglaterra, onde foi descoberto pela primeira vez, o réptil predador de 3 metros, que remonta a 163 milhões de anos, é oficialmente conhecido como Ieldraan melkshamensis.

O achado é particularmente interessante porque a Geosaurini – a subfamília dos crocodilos pré-históricos a que essa nova espécie pertencia – anteriormente se acreditava ter surgido muito mais tarde.

“Não é o fóssil mais bonito do mundo, mas o Monstro de Melksham nos conta uma história muito importante sobre a evolução desses antigos crocodilos e como eles se tornaram os predadores em seu ecossistema”, disse Davide Foffa, estudante de doutorado na Universidade de Edimburgo.

“Sem o incrível trabalho de preparação realizado por nossos colaboradores no Museu de História Natural, não teria sido possível elaborar a anatomia deste espécime desafiador”.

Ieldraan melkshamensis foi, sem dúvida, um dos mais temíveis predadores de seu tempo e teria dominado os mares quentes e rasos do Jurássico Médio.

Suas mandíbulas enormes e dentes afiados e nítidos não teriam dúvida de que havia uma certa desgraça para qualquer criatura infeliz o suficiente para estar na frente de seus olhos.

Deixe seu comentário!