NASA fotografa ondas de choque supersônicas

Os cientistas conseguiram capturar imagens de tirar o fôlego de ondas de choque supersônicas interagindo umas com as outras.

As imagens, que ajudarão a NASA a desenvolver novos tipos de aeronaves supersônicas que não criam um estrondo sônico ensurdecedor quando atravessam a barreira do som, foram obtidas usando uma técnica especial conhecida como fotografia de Schlieren.

As fotografias mostram, pela primeira vez, como as ondas de choque de duas aeronaves separadas interagem.

“Nunca sonhamos que seria tão claro, tão bonito”, disse o cientista da NASA JT Heineck.

“Estou entusiasmado com o resultado dessas imagens. Com esse sistema aprimorado, melhoramos, em uma ordem de grandeza, a velocidade e a qualidade de nossas imagens de pesquisas anteriores.”

As imagens mostram as ondas de choque produzidas por dois T-38 voando a velocidades supersônicas.

“Estamos olhando para um fluxo supersônico, e é por isso que estamos recebendo essas ondas de choque”, disse o engenheiro de pesquisa da NASA, Neal Smith. “O que é interessante é que, se você olhar para o T-38 traseiro, verá que esses choques interagem em uma curva.”

“Isso ocorre porque o T-38 traseiro está voando na esteira da aeronave líder, então os choques vão ter uma forma diferente. Esses dados vão nos ajudar a avançar na compreensão de como esses choques interagem.”

Deixe seu comentário!