‘Monge assassino’ estaria escondido em bar assombrado

Os visitantes do histórico Cowick Barton em Exeter, na Inglaterra, há muito relatam encontros com o inexplicado.

O edifício, que foi originalmente construído há quase 500 anos, fazia parte do novo Cowick Priory antes de ser apropriado pelo rei Henrique VI para apoiar o Eton College.


Hoje em dia o interior ainda tem alguma semelhança com o seu eu histórico, com várias das suas características originais – incluindo janelas de caixilhos de pedra e chão de laje – ainda visíveis.

De acordo com os visitantes do pub, o prédio também é o lar dos fantasmas de seus antigos ocupantes, incluindo um monge idoso chamado Fred, que foi visto dentro e ao redor da propriedade.

As histórias sugerem que o monge estava fazendo queijo quando ouviu gritos e correu para ver o que estava acontecendo. Ao descobrir que sua irmã estava sendo atacada, ele atacou o assaltante com um pedaço de fio de queijo e conseguiu decapitá-lo.

Vários visitantes do pub relataram ter visto Fred se debruçar sobre eles na cama à noite – uma perspectiva aterrorizante, com certeza.

Alguns dizem que ele também pode ter uma propensão para o vinho, pois, de acordo com aqueles que trabalham lá, alguns dos barris no porão são conhecidos por se movimentarem sozinhos, ocasionalmente.

Deixe seu comentário!