Mistério envolve mortes de peixes em massa no Iraque

Os aquicultores foram devastados após a morte inexplicável de centenas de milhares de carpas.

O desastre, que deixou as margens do rio Eufrates repletas de enormes pilhas de peixes mortos, afetou principalmente a área ao redor da cidade de Saddat al-Hindiyah ao sul de Bagdá.

As mortes em massa não só são um desastre ambiental, como também deixaram centenas de piscicultores com perdas incapacitantes e milhares de habitantes locais com um suprimento de alimentos muito reduzido.

“Alguns estão dizendo que é por causa de uma doença, outros dizem que é por causa de produtos químicos”, disse o piscicultor Hussein Faraj. “Estamos esperando por uma solução do governo ou um teste da água – temos medo de que a água também nos envenene nos próximos dias”.

Acredita-se que pelo menos 90% de todos os peixes em várias fazendas de peixes locais tenham morrido.

“Eu cultivei 70.000 peixes nestas lagoas – todos eles estão mortos”, disse o criador de peixes Anas Nuhad. “De onde eu devo pegar o peixe a partir de agora? Todo mundo come peixe.”

“Tantas pessoas, muitas famílias estão vivendo desta indústria.”

O Ministério da Saúde do Iraque coletou amostras da água e peixes mortos para testes, mas até o momento nenhuma descoberta foi anunciada.

Todos os piscicultores locais podem fazer agora é esperar.

Deixe seu comentário!