Microfones oceânicos podem ter captado MH370

Um sistema de microfone direcional no Oceano Índico pode ter registrado o avião condenado caindo.

Exatamente o que aconteceu com o voo 370 da Malaysia Airlines depois de decolar do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur em 8 de março de 2014 ainda continua sendo um dos mistérios mais duradouros da história da aviação.

Agora, quase cinco anos depois, os pesquisadores acreditam que eles podem ter encontrado uma nova pista na forma de gravações de áudio da época em que o MH370 teria caído no mar.

Os quatro eventos sonoros distintos, causados ​​por ondas de gravidade acústica de baixa frequência, foram captados por hidrofones projetados para detectar evidências de testes nucleares subaquáticos ilegais.

Enquanto um dos eventos ocorreu relativamente perto de onde o MH370 teria caído, dois dos outros pareciam estar a milhares de quilômetros de distância de onde as equipes de busca estavam procurando.

Pesquisadores da Universidade de Cardiff, no País de Gales, e da Universidade Memorial de Newfoundland, no Canadá, analisaram as gravações para compará-las ao som de um objeto grande atingindo o oceano.

Enquanto eles determinaram que os sons poderiam ter sido causados ​​por um avião que caiu no mar, é impossível descartar outras possibilidades, como um ataque de meteorito ou um vulcão submarino.

As descobertas foram encaminhadas para as autoridades da Malásia e da Austrália, mas não há planos imediatos para retomar a busca com base nesse novo potencial.

Deixe seu comentário!