Micróbios desconhecidos encontrados na Estação Espacial

Os cientistas descobriram três cepas de bactérias no posto avançado em órbita que nunca foram vistas antes.

Embora a ideia de encontrar organismos não identificados em uma estação espacial possa soar como o enredo de um filme de terror de ficção científica, esses espécimes em particular não são nada com que se preocupar.


Eles foram identificados pela primeira vez por pesquisadores dos Estados Unidos e da Índia em amostras coletadas em vários locais da Estação Espacial Internacional nos últimos anos.

Quatro cepas foram encontradas no total – todas pertencentes a uma família de bactérias encontradas no solo e na água.

No entanto, três – que foram encontrados nos painéis superiores da estação, na sala de jantar e no módulo da cúpula – nunca haviam sido vistos antes e eram inteiramente novos para a ciência.O quarto, conhecido como Methylorubrum rhodesianum , foi encontrado em um dos filtros HEPA da estação.

Embora a presença dessas bactérias a bordo do posto avançado orbital possa parecer surpreendente, vale a pena lembrar que os astronautas vêm realizando experimentos de crescimento de plantas há anos.

“A montagem da sequência completa do genoma dessas três cepas de ISS relatadas aqui permitirá a caracterização genômica comparativa de isolados de ISS com contrapartes da Terra em estudos futuros”, escreveram os autores do estudo.

“Isso ajudará ainda mais na identificação de determinantes genéticos que podem ser potencialmente responsáveis ​​por promover o crescimento das plantas em condições de microgravidade e contribuir para o desenvolvimento de safras de plantas autossustentáveis ​​para missões espaciais de longo prazo no futuro.”

Deixe seu comentário!